quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Resenha - The Darkest Touch - Lords of the Underworld #11 - Gena Showalter


Lords of the Underworld é uma série que eu tenho acompanhado já nem sei a quanto tempo...mas com toda certeza já se passaram uns bons 3 anos. 

Esses senhores, ou melhor dizer, demônios - ou quem sabe, simplesmente heróis sexys, me fizeram derreter página após página de livro após livro. Às vezes - não o tempo todo, mas às vezes - autores que criam uma longa série tendem a deixar seus personagens desmoronar com cada novo romance. As histórias se tornar maçante, over-the-top, ou ultrajante. Os personagens às vezes começam a agir fora do personagem, ou as histórias apenas perdem a qualidade em geral após quatro ou cinco livros. Mas diferentemente da maioria dos autores, Gena Showalter melhora em sua narrativa, e acaba elaborando mais desses demoníacos rapazes ainda mais quentes, simpáticos e heróis do que nunca.

Título: The Darkest Touch - Lords of the Underworld #11
Autor : Gena Showalter 
Editora: Ainda não Publicado no Brasil
Páginas : 384 - Ebook
Classificação : 

Com cada novo livro, a sensação e que estive esperando por anos até a chegada desta história - especificamente deste Lorde. Finalmente o senhor cuja a história final seria praticamente impossível. 

Agora vamos falar sobre Torin e Keeley.

Seu olhar passou por cima dela lentamente, tão maravilhosamente lento, que quando ele se aproximou e falou, sua voz gotejava como mel derretido. "Se eu tivesse um último desejo, eu usaria para colocar minhas mãos sobre você, sem nenhuma consequências. Inferno, minha boca também. Eu gostaria de tocar em você e provar  você e fazê-la explodir. " *derrete calcinha rs

 O livro inteiro é como a citação acima. Estes dois, são fogo, um inferno de combustível impressionante. Eu não tenho certeza do que eu esperava de Torin, considerando que ele é o Senhor que não tem o hábito de sair muito por causa de seu demônio, mas acredito que tenha se tornado um forte candidato a ser o meu novo Senhor favorito (ainda considerando o Lucien é claro). 

 Meus Personagens - The Darkest Touch


Keeley e Torin

Ele é corajoso, feroz, inteligente feito um inferno, e ainda lindo de cair morta ...literalmente. Quando ele fala, ele derrete corações (e calcinha). E Keeley, A Rainha Vermelha, é, provavelmente, uma das mulheres mais fascinantes de toda a série (melhor até que a Anya a Deusa da Anarquia) deu para imaginar. Uma coisa sobre heroínas de Showalter, elas sempre surpreende. Keeley não é diferente. Eu amo como ela lida com Torin e seu jeitão atrevido e petulante de resposta. Foi divertido ver o combate entre eles, as palavra por palavra, brincadeiras hilariantes após brincadeira hilariante. Sério, eu me diverti muito. 

Showalter acaba deixando a gente com uma louca  vontade desesperada pelo seu mundo: anjos, demônios, harpias, No geral, foi tudo como eu esperava? Claro que não! Gena Showalter reinventa a cada novo livro captando a nossa atenção para esse incrível mundo dos senhores... e o melhor... mata a nossa saudade com pitadas da vida de personagens que já lemos ou que ainda estão por vir. 

Ansiosa para o próximo livro. Gena para mim é uma mestra do romance sobrenatural com conteúdo adulto. E se você não conhece ainda esses senhores, Dica Número #1 - A Noite Mais Sombria. Primeiro livro da Série Os Senhores do Mundo Subterrâneo. Dica Número #2 - Leia na Ordem. Dica Número #3 - Partiu, sem mais Dicas! rs. 

sábado, 26 de julho de 2014

Resenha - Na Ilha - Tracey Garvis Graves


Sou bem conhecida na Livraria Ler aqui de Fortaleza, quase todos os meses eu bato ponto lá para comprar um ou no caso três livros, embora, a maioria deles eu não consiga ler pelos próximos meses rsrsrs... bom, meu amigo vendedor - não lembro o nome dele, desculpe!! - acabou me indicou este livro. 

Título: Na Ilha
Título Original : On The Island
Autor : Tracey Garvis Graves
Editora: Intrínseca
Páginas : 281
Classificação : 



Anna Emerson é uma professora de inglês de 30 anos desesperada por aventura. Cansada do inverno rigoroso de Chicago e de seu relacionamento que não evolui, ela agarra a oportunidade de passar o verão em uma ilha tropical dando aulas particulares para um adolescente. 

T.J. Callahan não quer ir a lugar algum. Aos 16 anos e com um câncer em remissão, tudo o que ele quer é uma vida normal de novo. Mas seus pais insistem em que ele passe o verão nas Maldivas colocando em dia as aulas que perdeu na escola. Anna e T.J. embarcam rumo à casa de veraneio dos Callahan e, enquanto sobrevoam as 1.200 ilhas das Maldivas, o impensável acontece. O avião cai nas águas infestadas de tubarão do arquipélago. 

Eles conseguem chegar a uma praia, mas logo descobrem que estão presos em uma ilha desabitada. De início, tudo o que importa é sobreviver. Mas, à medida que os dias se tornam semanas, e então meses, Anna começa a se perguntar se seu maior desafio não será ter de conviver com um garoto que aos poucos torna-se homem.


Ao primeiro momento eu não me interessei em nada, mas contudo, apesar do medo de comprar um livro sem antes ter dado uma conferida por ai... resolvi arriscar e dá uma chance ao título. Sinceramente? Graças a Deus eu NÃO me arrependi! 

Está Resenha Contém Spoilers 

Esse livro me foi uma grata surpresa. Romance de estréia de Tracey Graves, Na Ilha, misturou sofrimento, tragédia e romance.  A única coisa que me vinha a mente enquanto o lia, era que, não tinha visto ainda dois personagens tão azarados ou tão sortudos na minha vida.

Como diz o prólogo, já sabemos que vai ocorrer uma tragédia, ou seja, um acidente de avião. Anna de 30 anos e T.J de 16 anos, estão a caminho das ilhas Maldivas. T.J está em período de remissão de um câncer, e por esse motivo, Anna é contratada como professorar particular. 

Durante o caminho o avião cai no mar e os dois se salvam milagrosamente da morte certa. Eles são arrastados até uma ilha e lá vão passar por várias provações. Flutuando no oceano por horas, TJ se esforça para nadar com os dois até a praia, até eles finalmente se aproximarem de uma pequena ilha deserta. Anna está gravemente ferida, e apesar de estar ainda desorientado, T.J consegue cuidar de Anna que está com uma concussão na cabeça. Neste momento a nossa autora Tracey nós faz pirar literalmente juntamente com TJ. 

MEUS PERSONAGENS - NA ILHA - ANNA & T.J



E assim a história vai andando e deixando você mais ansiosa a cada página virada. A nossa esperança de vê um avião em busca dos dois diminui a cada dia que passa. Eles lutam para se manter vivos. E tudo parece que tudo está contra eles. 

Você experimentar tudo com eles. Você vai sentir cada momento. Suas lutas constantes para se manter vivo e seus pequenos sucessos.  Sua esperança de resgate que eventualmente se transforma em uma aceitação da realidade. Sua união, amizade, momentos bobo-de diversão etc...E lá no fundo, eles sempre conseguem manter aquela pequena centelha de que de alguma forma, algum dia, eles vão se reunir com seus amigos e familiares mais uma vez.

Eu sei o que vocês estão pensando. Ele tem 16 anos, e ela é 30? Eles são jogados juntos nesta situação inimaginável por quanto tempo? E eles são tão obviamente ligação devido a somente terem um ao outro para se consolar, certo? Certo.É evidente que algo a mais vai se desenvolvendo ao longo do livro... sua história será uma viagem longa, e eu prometo a você, vale a pena vivê-la com eles. E isso é tudo que posso dizer. Claro que, muitas outras coisas irão acontecer rsrsrsrs

Tracey conseguiu prender nossa atenção do começo ao fim. Fiquei pensando antes de iniciar o livro... como vou ler algo que já sei o que irá acontecer... vai ter um acidente, e sei que eles irão se perder..porém como disse, Tracey consegue com maestria te pegar e fazer com que você se interesse pela história dessa tragédia até o fim. 

Livro recomendadíssimo meninas e meninos... podem apostar o seu dinheirinho em uma ótima compra.. o livro é belíssimo, e vai além, você terá uma boa estória em sua memória e ainda terá um lindo exemplar para coleção na sua estante. Para mim valeu muito a pena!

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Resenha - Princesa Mecânica - Cassandra Clare


Eu não tenho palavras para descrever toda emoção que senti ao receber e iniciar a leitura da minha série queridinha. Como posso explicar o efeito deste último livro que sem dúvida é a minha série favorita ? Eu adorei. Eu chorei. E senti uma dor imensa . No entanto, muita felicidade. Foi uma montanha-russa emocional que tentarei colocar em palavras.


Título : Princesa Mecânica
Título Original: Clockwork Princess
Autoras: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 336

Classificação:

Continuação de Príncipe mecânico, “Princesa Mecânica” é ambientado no universo dos Caçadores de sombras, também explorado na série Os Instrumentos mortais, que chega agora ao cinema. Neste volume, o mistério sobre Tessa Gray e o Magistrado continua. Mas enquanto luta para descobrir mais sobre o próprio passado, a moça se envolve cada vez mais num triângulo amoroso que pode trazer consequências nefastas para ela, seu noivo, seu verdadeiro amor e os habitantes do Submundo.

Contém Spoiler de Príncipe Mecânico

Cassandra Clare finalmente deu o desfecho que todos os fãs aguardavam. Estava morrendo de saudades dos meus meninos, e digo isso, porque simplesmente estou tão ou mais apaixonada pelo Will e Jem quanto de fato Tessa poderia estar.

Em o Príncipe Mecânico, assistimos Tess iniciar o noivado com James Cartairs ou "Jem", e ao mesmo tempo com enorme tristeza assistimos ela dá o fora no amor confessado por William Herondelo ou "Will". Para apimentar mais as coisas, temos a vinda de mais uma moradora para o nosso querido Instituto de Londres, Cecily Herondale, irmã mais nova de Will que decidiu juntar-se aos Caçadores de Sombras. Certooooooooo ... não podemos esquecer que o Magistrado ou Mortmain, continua querendo Tessa de qualquer jeito para completar com seu plano maligno de destruir todos os caçadores de sombras do MUNDO.

Pois éh, isso foi suficiente para deixar nós fãs de As Peças Infernais roendo as unhas e a carne dela de tanto esperar para esse desfecho que Cassandra tinha tudo para arrebentar. Sendo assim... senhoras e senhores vamos á Princesa Mecânica.

Meus Personagens Princesa Mecânica



Tessa é uma personagem determinada e amável. Ela já passou por tanta coisa desde que a conheci em Anjo Mecânico e finalmente vejo um final plausível para uma personagem ! É claro que antes que ela possa chegar a esse ponto, a nossa menina vai enfrentar Mortmain uma última vez. Ele a quer para si mesmo, uma arma contra a Clave, mas Tessa e os Caçadores de Sombras não vão desistir sem lutar até a morte! Resultando em uma carga de ação ao longo do caminho do nosso triângulo amoroso.

Tessa , Will e Jem são os nossos três personagens principais, mas nesta conclusão nós vamos ler muito mais do que apenas os seus pequenos problemas de romance. Outros dois novos moradores inesperados aparecem no Instituto, Gabriel e Gideon Lightwood .

Vemos a mistura de várias histórias acontecendo ao lado do nosso triangulo amoroso principal. Em Príncipe Mecânico, vemos a atração entre Sophie e Gideon Lightwood se desenvolver, e eles não irão parar por ai. Também termos Gabriel envolvido nada mais nada menos do que com a irmãzinha do Will. rs .. isso é claro que irá matar nosso caçador de raiva! Mas o ponto principal e que todos esperamos é a respeito deles: Jem, Will e Tessa.

O amor dos dois por Tessa é puro e verdadeiro, e o amor entre Jem e Will... nossa... é a coisa mais linda e transparente que já li. Como não amar dois personagens assim?

Mortmain consegue comprar toda a droga disponível que Jem precisa para sobreviver. Will e Tessa se veem desesperados quando isso acontece fazendo de tudo que é possível para Jem ter a droga que pode manter mais um tempo sua vida. E temos mais de Magnus Bane aparecendo no livro. Adoro ele gente! Simplesmente merece ter uma série só para dele. 

A luta dos caçadores de sombra é intensa. Vai ter morte e vamos chorar muitooooooooooo por isso, mistérios desvendados que vocês vão ficar de cabelo em pé e tudo isso, embalado pelo amor entre os personagens. Morri de pensar em qual seria o motivo de Mortmain tanto querer casar com Tessa, e quando achei que finalmente tinha desvendado o mistério.... me dei mal rsrsrsrs. Quem não leu... corra... o final é de chorar litros! Acredito que irá agradar fãs que torcem tanto para o Will.. como para o Jem. ;D 

A única coisa que estragou o livro... foi a danada da Cassandra colocar no seu início a Árvore Genealógica de todos os personagens até aos dias atuais, que culmina com o nascimento dos personagens de Instrumentos Mortais.

Bom... acredito que não tenha dado tanto spoirles assim... já faz dias que terminei de ler.. aliais ... meses rsrsrs mas tava devendo aqui uma breve resenha da minha opinião do livro! 

Simplesmente show de bola e vou sentir muita falta desses meus queridos! Máquina do tempo urgente para trazer eles para o nosso futuro rsrsrsrs


segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Doramas - Conhecendo as Novelas Asiáticas



Um dos meus vícios recentes depois da leitura tem sido os Dramas, ou melhor dizendo, os Doramas, como são mais conhecidos aqui pelo Brasil. Tirando do Wikipédia, dorama é a definição generalizada do gênero - série de televisão oriental, seja ela J-Drama (drama japonês), K-Drama (drama coreano), TW-Drama (drama taiwanês), C-Drama (drama chinês) e até mesmo os Live-Action (filmes com pessoas reais quando um mangá ou anime faz sucesso).

Fui apresentada a esse universo por uma amiga, Karla Graziele, e a partir desse momento não parei mais. A proposito... muitooooooooo obrigada amiga!! rs . Hoje já assistir mais de 30 doramas sendo os K-Dramas os meus favoritos. Me apaixonei por essa cultura...tanto que até já aprendi alguns termos usados por lá, exemplos? 

  • Omma - Mãe
  • Appa - Pai
  • Oppa - É como uma garota pode chamar um rapaz mais velho q ela - Irmão ou Namorado
  • Hyung - É como um garoto pode chamar um rapaz mais velho q ele.
  • Unnie/Eonni - É como uma garota pode chamar a uma mulher mas velha q ela.
  • Nonna/Nuna - É como um garoto pode chamar uma mulher mas velha que ele.
  • Dongsaeng - É como você pode chamar uma pessoa mas nova q você.
  • Maknae/Magnae - É como chamam a uma pessoa mas nova, a caçula de um grupo.
  • Ajumma - É usado para se referir a uma mulher bem mas velha que você - Tia.
  • Ajusshi - É usado para se referir a um Homem bem mas velho que você - Tio.
  • Sumbae/Seonbae - Sênior, uma pessoa que está a sua frente em algo (Um ano a mais na escola, ou que debutou primeiro no mundo artístico).
  • Saranghae - Quer dizer "Eu te amo".

Para a maioria dos países a idade não é tão importante. Mas na Coréia, é diferente. Saber a idade de alguém assim que você a conhece diz a que nível hierárquico da escala coreana você pertence. Imediatamente, eles saberão como agir, como falar e saber ouvir você.

Como mencionei, sou super fã dos doramas coreanos, eles são cheios de comédia, mistério e o principal de tudo... romance. A única coisa que você não pode esperar muito é aqueles beijos e pegações que vemos em novelas brasileiras, pois é, lá eles são bastante respeitosos e o namoro lá não passa de passear no parque e de vez enquando um selinho mais demorado... mas também as vezes encontramos suas exerções rsrsrs. 

Se você tá pensando em iniciar sua vida nos doramas, te indico esse aqui, Hana Yori Dango. Ele fez tanto sucesso no Japão, que normalmente criado para ter 9 episódios em 2006, acabou tendo uma segunda temporada em 2007 e ainda um filme em 2008. Ele também teve sua versão em Coreano com o nome Boys Before Flowers que confesso não assisti ainda, mas ele logo estará vigorando na minha lista de assistidos. 

Vamos a lista dos meus doramas favoritos !

  • The Heirs - K-Drama
  • Master's Sun - K-Drama
  • Hana Kimi - K-Drama
  • Hanazakari no Kimitachi e - J-Drama
  • To The Beautiful You - K-Drama
  • Big - K-Drama
  • Coffee Prince - K-Drama
  • Queen In Hyun's Man - K-Drama
  • The innocent Man - K-Drama
  • Secret Love  - K-Drama
  • Faith -The Great Doctor - K-Drama
  • Gu Family Book - K-Drama
  • The King 2hearts  - K-Drama
  • City Hunter - K-Drama
  • Heartstrings - K-Drama
  • My Girlfriend Is A Gumiho - K-Drama
  • Rooftop Prince - K-Drama
  • Flower Boy Next Door  - K-Drama
  • Cheongdam-dong Alice - K-Drama
  • Full House - K-Drama
  • Oh! My Lady - K-Drama
  • Monstar - K-Drama
  • Personal Taste - K-Drama
  • Love Around - TW-Drama
  • Autumn's Concerto - TW Drama
  • Protect The Boss - K-Drama

E por ai vai galera... são vários os doramas que assisti e ainda estou assistindo.... existem vários canais que disponibilizam para você conferir tudo isso totalmente traduzido. Gosto muito do site Dopeka e do Viki que possibilita você assistir online os episódios, mas para quem quiser baixar tem Dramas Lovers e o Ohayo Dramas.

Ahhh não posso deixar de comentar é claro dos atores lindosssssssss de morrer, néh gente?! Ou melhor dizendo os Oppas + lindos... um mais do que o outro ... dá uma olhada! E a lista é grande.. ai tem só alguns exemplos viu!!!




Não posso deixar de mencionar as atrizes que são show de bola, e entre elas existe duas que adoro... seus trabalhos são contagiantes e muito bem atuados...e eu as amo de paixão!!!



Pois bem... dei várias dicas para você se tornar um viciado em dorama também... imagine abrir a porta e encontrar isso :


Ou simplesmente receber um sorriso desses :


Ou apenas ficar nas nuvens.. sonhando acordado com essa coisa lindaaaaaaaaaaa.....


Eu se fosse ela faria a mesma coisa... atacarrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr !!!


rsrsrsrs... não sei o que é melhor nos doramas.... mas concerteza isso faz a diferença rs..


Bom, espero que vocês tenham gostado do post novo. Ele não tem nada a ver com livros... mas como meu intuito de criar o blog foi justamente para levar ao mundo um pouco do que gosto e amo, essa eu não consegui deixar passar em branco. 

Bom proveito para quem assistir e aguardo os comentários!!! bjokas

sábado, 31 de agosto de 2013

Resenha - Cretino Irresistível - Série Beautiful Bastard #1 - Christina Lauren


Humm... Cretino... e ainda por cima Irresistível? Combinação perfeita! rs . Interessei - me  por esse livro logo pela capa. Como não ficar curiosa com uma capa onde aparentemente um homem lindo de terno aparece, e ainda por cima, possui o título Cretino Irresistível? Pois é, eu o li em inglês de tão curiosa que fiquei, mas, para a nossa alegria a Editora Universo do Livros trouxe esse cretino irresistível para a língua portuguesa.  



Título : Cretino Irresistível 
Título Original: Beautiful Bastard #1
Autoras: Christina Lauren
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 272
Classificação: 

Adicione no Skoob 

Uma estagiária ambiciosa. Um executivo perfeccionista. E um relacionamento ardente e totalmente perigoso! Esperta, dedicada, prestes a cursar um MBA, Chloe Mills tem apenas um único problema: seu chefe, Bennet Ryan. Ele é exigente, insensível, sem consideração – e completamente irresistível. Um belo cretino. Bennet acaba de retornar da França para assumir um cargo importante na empresa de comunicações de sua família. Mas o que ele não poderia imaginar era que a pessoa que o ajudava enquanto ele estava no exterior era essa criatura linda, sensual e totalmente irritante que agora ele tem de ver todos os dias. Ele nunca foi do tipo que se envolve em relacionamentos no ambiente de trabalho, mas Chloe é tão tentadora que ele está disposto a flexibilizar essa regra – ou quebrá-la de uma vez – para tê-la. Por todo o escritório! Mas o desejo que um sente pelo outro cresce tanto que Bennet e Chloe terão de decidir o que estão dispostos a perder para ganhar um ao outro.
  
Cretino Irresistível, é um romance erótico escrito por dois autores, Christina Hobbs e Lauren Billings sob o pseudônimo de Christina Lauren.  
 
O livro proporciona uma leitura simples e fácil, e logo nos envolve em um enredo muito previsível e não muito profundo, mas, ainda assim uma leitura agradável. Este romance te captura em um tumulto emocional com uma química intensa entre os dois personagens principais, Bennett e Chloe. Chloe Mills, é uma jovem estagiária esforçada e estudante de MBA, tem como chefe o cara mais exigente, chato e atraente  que ela já viu, no caso, Bennett Ryan.  
 
Os dois estão sempre em conflito um com o outro em uma relação tensa, que se inicia desde da primeira vez que os ambos se encontraram no escritório. O problema é que Chloe nem sonha que Bennett é super atraído por ela, isso é claro, até que em uma noite de trabalho até tarde, Bennett não resiste mais aos encantos da loira e ataca com tudo. 
 
 
Meus Personagens - Cretino Irresistível 
 
 
Bennett e Chloe

Não preciso nem dizer que esse "assédio sexual" foi muito bem recebido. A partir desse ponto, eles vão tentar desesperadamente se manter afastados um do outro, mas isso é praticamente impossível quando o convívio entre eles é diário. Aos poucos vai se  percebendo que além do sexo mais quente que ambos possam ter,  eles descobrem  que há uma linha muito tênue entre o ódio e o amor.

Cretino Irresistível foi escrito em pontos de vista alternados entre Bennett e Chloe, de modo que o leitor realmente tem uma compreensão do que cada personagem estava realmente pensando ou sentindo sobre a sua situação ou aquele momento especial. Esta perspectiva alternada funcionou muito bem neste livro, porque a interpretação de Chloe ou a percepção de Bennett através do livro, faz as peças se encaixarem perfeitamente em sua cabeça, mesmo eu preferindo ler mais a respeito da perspectiva de Bennet rs.

Foi interessante estar dentro da cabeça dele e saber o que ele percebe e sente em relação a Chloe no início do livro, vemos que ele realmente entende Chloe muito bem, mas deliberadamente se apresenta como um bastardo egoísta e frio. Então, foi realmente ótimo testemunhar suas paredes desabarem e vê ele descobrindo o quão vulnerável ele se sente quando percebe que está se apaixonando por Chloe. 

O que eu admirei na personagem de Chloe foi que embora ela pensasse que Bennett era um bastardo como  chefe, ela ainda o respeitava, admirava e o defendia por sua ética de trabalho. Outro detalhe importante foi o quanto ela foi forte o suficiente para subir na  carreira por conta própria, sem querer o que muitas por ai não dispensariam, uma ajudinha do chefe.

No geral, a previsibilidade do enredo foi um pouco decepcionante, mas os leitores que gostam de um livro com muita atividade sexual não ficarão insatisfeitos. Bennett e Chloe garatiram momentos picantes e engraçado, com várias e varias calcinhas rasgadas rsrsrsrs...

Espero que tenham gostado, deixo vocês com mais um livrinho ótimo para o final de semana!!! Este fica super indicado! xDDD

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Resenha - Desastre Iminente - Jamie McGuire


Nossa mãe... ah quanto tempo hein pessoal!! rs

Problemas a parte... voltei com a resenha do livro Desastre Iminente da nossa querida autora Jamie McGuirre. Esse é o segundo volume do livro Belo Desastre, que foi lançado pela Editora Verus no segundo semestre de 2012, porém, Desastre Iminente ainda não foi confirmado para lançamento no Brasil, mas o que a vontade não faz, não é verdade?
 
Este livro foi bastante comentado em vários blogs literários. Ele é um daqueles livros que, ou você ama - ou você odeia rs. A minha opinião do primeiro livro da série já foi dada em resenha aqui no blog, e fico mais do que feliz em voltar com a resenha e minha opinião do segundo volume.... Pois bem, vamos ao que interessa...
 
Título: Desastre Iminente
Título Original: Walking Disaster
Autora: Jamie McGuirre
Editora: Verus
Páginas:
Classificação:


Travis perdeu a mãe muito cedo, mas, antes de morrer, ela lhe ensinou duas regras de vida - ame muito, lute mais ainda. Tendo crescido em uma família de homens que gostam de jogos e lutas, Travis Maddox é um cara durão. Musculoso e tatuado, bad boy até o último fio de cabelo, ele leva uma mulher diferente para casa a cada noite. Até conhecer Abby Abernathy. Determinada a se manter longe de problemas, Abby resiste com todas as forças ao charme de Travis, sem saber que assim só o deixa mais determinado a conquistá-la. Será que o invencível Travis 'Cachorro Louco' Maddox vai ser derrotado por uma garota?

Meu bad boy favorito está de volta! ♥ ♥

É importante salientar, porém, que este livro deve ser lido depois de Belo Desastre (clique aqui para ler o meu comentário). Não é uma continuação, mas ele completou a história de Belo Desastre, permitindo-lhe experimentar a extensão do amor que consome Travis para com Abby.

Há cenas extras no início e no final que não foram mencionados em BD, e outras estão espalhadas por todo o livro, mas a maior parte faz jus a história que já conhecemos e amamos, só que sendo a versão do outro lado desse romance. Este livro preenche todos os espaços em branco que poderia ter ficado na leitura do livro anterior.

Há várias cenas somente de Travis, ou Travis com Shepley (e com diálogos entre eles, que são brilhantes), ou Travis e seus irmãos / família. E mesmo as cenas com ele e Abby são diferentes e novas, isso tudo porque você está vendo e vivenciando a história completamente pelos olhos de Travis.

Jamie McGuire realmente fez um trabalho maravilhoso de locomoção na cabeça de Travis. O prólogo começa quando Travis tinha apenas 3 anos de idade, isso mostra como foi formado o seu caráter quando adulto. 

"Um dia desses você vai se apaixonar, filho. Não vai se contentar com qualquer uma. Escolha a garota que não vem fácil, que você tenha que lutar, e nunca parar de lutar. Nunca. "

Eu realmente, realmente amo o Travis. Com todo o meu coração. E este livro realmente cimentou esse amor. Para quem pensou que Travis era um pouco ciumento além da conta, ou dependente de Abby, te aconselho a ler este livro, porque você terá uma visão sobre seus pensamentos e sentimentos que colocam uma medida certa de razão e lógica (ou pelo menos, a compreensão) atrás de suas ações.

Ele é o mesmo velho cabeça quente, forte e absolutamente encantador Travis Maddox. Eu garanto que você, uma vez que entrar em sua cabeça, nunca mais vai querer sair. Vendo as coisas por meio de Travis, isso acaba lançando uma luz diferente sobre quem ele realmente é, o que acontece com ele e tudo mais. 




Embora houvesse um monte de novas cenas no livro, houve também um grande pedaço no meio que achei que tivesse menos material novo e sim um grande esforço de Jamie em não acabar deixando Desastre Iminente ficar tão paralelo a BD. Em um esforço para não fazer este livro idêntico ao BD, uma grande parte do diálogo foi cortada e havia partes do livro, onde, apesar de o meu amor por Travis e Abby ser imenso, a história não conseguia transmitir o mesmo sentimento épico que BD fez. Mas, ao mesmo tempo, ela conseguiu milagres trabalhando a história, porque de outra forma, teria sido muito similar. 

Travis e Abby têm essa relação funcional / disfuncional louca, demorada que é viciante. O "eu pertenço a você" foi a cena que me deu mais arrepios. E o epílogo!!!!!!! Oh meu Deus! Eu não vou dizer uma única palavra sobre isso, porque não quero estragar nada disso para vocês, mas vou apenas dizer uma única coisa, ela ocorre vários anos após a conclusão de onde Belo Desastre parou, e durante todo esse tempo, eu fiquei com meu coração na mão para saber o pós vida de casados de Traviss e Abby. Graças a Deus Jamie deu esse brinde para seus fãs.

Vale a pena ler esse livro só por causa do epílogo. Ela fechou brilhantemente com a história desses dois cabeças duras e me deixou com um louca vontade de ler sobre a vida dos outros irmãos Maddox. Se eu fosse Jamie Mcguire já estaria escrevendo sobre esses camaradas o mais rápido possível!!!!

Pois é isso pessoal, para quem estava com medo der ler o livro ou receio de comprar algo igual... fique despreocupado. Algumas coisas é claro que não podem ser mudadas... mas só o prazer de está na cabeça do Traviss e saber o grande desfecho desse romance que conquistou muitas de nós.. vale a pena!!!! 

Termino essa resenha com meu coração extremamente e verdadeiramente feliz

Espero que tenham gostado da resenha.. bjokas a todos e até a próxima!!!


sábado, 27 de julho de 2013

J. K Rowling e seu novo trabalho literário !

[NOTÍCIA DE LIVROS] J.K. ROWLING FALA SOBRE SEU NOVO LIVRO E POSSÍVEL ADAPTAÇÃO


J.K. Rowling decidiu liberar um F.A.Q. para responder algumas das perguntas mais frequentes de seus fãs e leitores sobre The Cuckoo’s calling, livro escrito sob o pseudônimo de Robert Galbraith.
Segundo a autora de Harry Potter, esse livro foi sua chance de ir para um novo gênero, de trabalhar sem expectativas. Ainda que esse seja o primeiro livro de uma saga de ficção policial, ela diz, muitas das histórias de Harry Potter envolviam um romance policial em seu cerne. Quanto a escolha do nome Robert Galbraith, o primeiro ela escolheu por adorar Robert F Kennedy, já Galbraith foi um sobrenome que sempre gostou e que sequer sabia se realmente existia. O título The Cuckoo’s Calling foi escolhido em razão de um poema de Christina Rossetti chamadoA Dirge, um lamento sobre alguém que morreu muito jovem.
Como também não poderia deixar de ser, muitos perguntaram sobre uma possível adaptação, e Rowling revelou que antes mesmo de ser revelada como a verdadeira autora do livro o romance policial já havia recebido duas propostas para ser adaptado como uma série de tevê, mas parece que nada foi fechado ainda.
Já a sequência do livro está para ser finalizada, e a previsão de lançamento é para 2014. No Brasil, ele deve chegar pela Rocco em novembro.


domingo, 9 de junho de 2013

Resenha - No Limite da Atração - Katie McGarry


Nossa galera, me desculpem por tanto tempo de afastamento junto ao blog. Gostaria de iniciar me justificando. Primeiro foi o final de semestre que me pegou com tudo em provas e trabalhos para entregar e estudar, depois foi o trabalho que acabou com o pouco tempo livre que eu tinha para ler... já que também estou trabalhando aos finais de semana, e por último, descobri uma nova paixão... os Doramas Japoneses e Coreanos rs.

Estudo, trabalho e paixões recém descobertas a parte.... vim aqui para falar a respeito do livro No Limite da Atração lançado pela Editora Verus. A editora tá apostando e se dando bem no seguimento Young Adult, com um conteúdo levemente sensual e hot. Me apaixonei pelo livro Belo Desastre de Jamie McGuirre e que já lançamos resenha aqui no blog. Agora fico mais do que feliz de trazer a resenha desse novo lançamento a vocês.

Título: No Limite da Atração #1
Título Original: Pushing The Limits # 1
Autora: Katie McGarry
Editora: Verus
Páginas: 223
Classificação: 


Adicione no Skoob

Ninguém sabe o que aconteceu na noite em que Echo Emerson, uma das garotas mais populares da escola, se transformou em uma “esquisita” cheia de cicatrizes nos braços e alvo preferencial de fofocas. Nem a própria Echo consegue se lembrar de toda a verdade sobre aquela noite terrível. Ela só gostaria que as coisas voltassem ao normal. 

Quando Noah Hutchins, o cara lindo e solitário de jaqueta de couro, entra na vida de Echo, com sua atitude durona e sua surpreendente capacidade de compreendê-la, o mundo dela se modifica de maneiras que ela nunca poderia ter imaginado. Supostamente, eles não têm nada em comum. E, com os segredos que ambos escondem, ficar juntos vai se mostrar uma tarefa extremamente complicada.

Ainda assim, é impossível ignorar a atração entre eles. E Echo vai ter de se perguntar até onde é capaz de ir e o que está disposta a arriscar pelo único cara que pode ensiná-la a amar novamente. No limite da atração é um livro sexy e envolvente sobre o amor de duas pessoas que estão perdidas e que juntas tentam desesperadamente se encontrar.


Romance de estréia de Katie McGarry, No Limite da Atração trás um casal traumatizado por cicatrizes internas e externas. 

Echo Emerson não consegue se lembrar da noite de quase dois anos atrás quando ela acordou com cicatrizes horríveis nos braços. Com esse incidente, ela foi da garota popular "normal", para uma aberração. Assim como ela, finalmente, tentando voltar ao "normal", temos Noah Hutchins, o bad boy gostoso e drogado conhecido por ficar com as meninas só por uma noite. 



Meus Personagens - No Limite da Atração


Noah Hutchins e Eco Emerson

Não importa o quanto eles tentem, Noah e Echo não conseguem ignorar um ao outro e a atração entre eles, que é instantânea e crescente. Noah parece ser o único que entende Echo, que a enxergar sob todas as suas cicatrizes e que de fato deseja ajudá-la a recuperar suas lembranças perdidas.

Echo sabe o que é rejeição, perca e a solidão, e foi por isso que ela se encaixou tão bem com Noah. Echo e Noah não são personagens perfeitos. Ninguém é perfeito neste livro, e isso é parte do apelo dele. Todo mundo comete erros. Todo mundo está tentando deixar para trás o que aconteceu no passado. 

Depois de um trágico acidente que arruinou sua vida, Noah perdeu toda a fé no mundo. Agora, a única coisa que o mantém caminhando é o pensamento de recuperar a guarda de seus dois irmãos mais jovens. Uma vez que ele encontra Echo, ele descobre que quer ser um homem melhor para ela. Ele sabe que não faz parte do seu mundo, mas que não consegue se manter longe dela.

Noah transpira masculinidade e sex appeal, ele mantém em sua atitude uma casca dura, mas no fundo ele é doce e carinhoso. Quando vemos sua casca rachar, ele está com seus irmãos, e chorei pensando na história deles. Ela me rasgou em pedaços, e fica fácil de perceber por que ele se tornou do jeito que é agora. Seu jeito difícil e sua atitude contra adultos mostra o fato de que ele é ainda apenas um adolescente. Eu entendi a sua necessidade e motivação para cuidar de seus irmãos, mas, mesmo querendo essa família unida, acredito que ele não é a pessoa mais correta para isso. 

O que amei sobre Echo e Noah como um casal, não foi apenas a atração escaldante, mas os laços emocionais que verdadeiramente ligaram os dois juntos. Eles entendem um ao outro e aceitaram a outra pessoa por quem eles eram. Eles não tentaram mudar o outro para ser outra pessoa. Mesmo com as cicatrizes que eles carregam dentro de cada um, eles ainda são perfeitos um para o outro.

O mais importante para mim nesse livro e que tornou sua principal beleza, foi a viagem de crescimento e superação, que foi de fato de cortar o coração e a complexidade de alguns personagens, embora o romance dos personagens principais não terem um foco tão grande como pensei. 

Eu recomendo a leitura se você está procurando uma leitura emocional e agradável! Katie McGarry nos deu uma história fenomenal de amor e perda em sua estréia. E sinceramente, eu mal posso esperar para o próximo livro contando a história da Beth!

Novamente me perdoem pelo período sem postagens de novas resenhas... estou tentando terminar Gata Branca, e acredito que brevemente teremos resenha por aqui!

bjokas e até a próxima!

Postagens Populares - SL