domingo, 27 de maio de 2012

Resenha - Trilogia Os Irmãos McCabe - Maya Banks


Para quem já leu os romances de Maya Banks, sabe que não vou falar da boca para fora. Seus personagens são sensuais, fortes e honrados, pelo menos, até que o desejo os consuma é claro rsrsrs... sem contar que são tão carismáticos, que a gente fica apaixonada por um longo tempo. Ela tem um jeito especial de escrever que prende o leitor do começo ao fim.

Resolvi falar de uma série que já faz um tempo que li, mas que vale a pena comentar. É a sedutora trilogia dos Irmãos McCabe que nós conta a história de três irmãos inesquecíveis que irão arriscar tudo para salvar seu clã e seu legado, incluindo seus corações ao se entregarem ao amor.

O primeiro livro da Série é Na Cama com um Highlander (In Bed with a Highlander)

" Ewan McCabe, o mais velho, é um guerreiro determinado a derrotar seu inimigo. Agora depois de tanto tempo e já maduro pelas batalhas que enfrentou, junto com seus homens, irão atrás do que é seu, até que em sua frente aparece um par de olhos azuis e sedutores cabelos negros fazendo alterar seus planos previamente. Mairin pode ser a salvação do clã de Ewan, mas para um homem que sonha só com vingança os assuntos do coração pode ser um território estranho para conquistar.

Embora seja filha ilegítima do rei, Mairin possui propriedade e um fasto território que qualquer homem adoraria se tornar dono ao casar-se com ela. Seus piores temores se tornam realidade, quando ela é salva do perigo, só para se vê forçada a casar com seus salvador carismático, Ewan McCabe. Mas sua atração por seu marido surge nova e poderosa, e ela encontra seu desejo, seu toque surpreendentemente terno e seu corpo ganha vida sob o domínio sensual de seu marido. E como a guerra se aproxima, a força de Mairin seu espírito, paixão e desafio irão ajudar Ewan a conquistar seus demônios e aceitar um amor que significa mais do que vingança e terra. "

Vamos lá... só pela descrição parece que vai ser fácil se apaixonar pela série. Adorei a Mairin, ela é uma heroína forte, ingênua e decidida. Ela coloca o castelo de pernas para o ar, é verdade. Mas como uma moça criada em um convento iria fazer diferente? Já Ewan é um guerreiro forte, seguro da sua sensualidade e cheio de testosterona e honrado com sua família. Ela quer ensina-ló a amar. Ele só quer fazer amor. E entre essa luta de vontades e desencontros que vence de fato é o amor. 

Trecho básico para dá vontade de lê esse primeiro livro da série
“Ewan não olhou para ela. Não, ele virou o rosto para o céu como se rezasse tanto para a paciência ou a libertação. Talvez os dois.
“Um cavalo. Alimentar. " Ele disse aquelas palavras, ainda olhando para o céu. Então, ele abaixou a cabeça lentamente até que aqueles olhos verdes queimaram o fôlego de dentro dela.
“ Você não vai a lugar nenhum, moça."
Para quem já leu o primeiro livro da série, vamos conhecer ao segundo e mais romântico dos irmãos. 

Seduzida pelo Highland (Never Love a Highlander)

"Ferozmente leal ao seu irmão mais velho, Alaric McCabe leva seu clã a luta por seu direito de primogenitura. Agora, ele está preparado para o dever e o casamento. Mas em seu caminho para reivindicar a mão a mão de Rionna McDonald, filha de um chefe vizinho, ele é emboscado e deixado para morrer. Milagrosamente, sua vida é salva pelo toque suave de um anjo das highland, uma beleza corajosa que vai colocar a sua fidelidade ao seu clã, sua honra, e seus desejos mais profundos em teste. 

Banida de seu clã, Keeley McDonald foi traída por aqueles que ela amava e confiava. Quando o guerreiro ferido cai do cavalo, ela é atraída para seu corpo forte. O brilho perverso em seus olhos verdes, acende uma paixão que vai segui-lá, onde o seu amor proibido irá atrair os prazeres mais profundos. Mas, com a conspiração e próximo do perigo, Alaric deve fazer uma escolha impossível. Será que ele vai trair seus laços de sangue pela mulher que ama?

No primeiro livro quando nós foi apresentado o Alaric, percebemos de cara que ele é o mais sensível dos irmãos McCabe. Apaixonei-me pela história a primeira vista, e conforme a narrativa ia se desenrolando, fui amando, sofrendo e torcendo, pois essa é uma história de amor, superação e de entrega. Alaric é honrado e está disposto a ir até o fim pelo compromisso que assumiu junto a Rionna, mesmo perdendo a mulher que ama. Keeley a mulher em questão no coração de Alaric, é uma heroína pratica, forte e decidida. Temendo perder seu coração para um homem que está comprometido com outra, ela demora se convencer que ele é seu amor, e quando isso acontece... a separação diante do casamento dele é inevitável. Houve momentos que ficamos com raiva da autopiedade dela, mas não podemos deixar de sofrer com sua dor diante de perder o homem que ama sem poder fazer nada.

O final deste livro é surpreendente e a autora não deixou espaço para que a gente ficasse com aquela vontade de que faltou alguma coisa. Me subestimo a dizer que talvez tenha sido o melhor final de livro que já li, ou seja, completo.

                        Trecho básico para dá vontade de lê esse segundo livro da série.
“Como se quisesse responder à pergunta dela, ele abriu suas pálpebras. Seu olhar estava desfocado, mas ela ficou hipnotizada pelas órbitas verdes rodeadas por cílios escuros que só aumentavam sua graciosidade.
Graciosidade. Com certeza ela precisava encontrar um termo melhor. Ele se sentiria mortalmente ofendido por uma mulher referindo-se a ele como gracioso. Atraente. Sim. Mas atraente ainda era pouco para descrever o guerreiro.
— Anjo – ele resmungou – Eu cheguei ao céu, não é? “É a única explicação para uma beleza como esta.”

Toda série que é boa deixa bastante saudades, mas antes de realizar a despedida, vamos falar do último volume da trilogia McCabe. 

Apaixonada pelo Highland (Never Love a Highlander)

Caelen McCabe, quando jovem e imprudente quase destruiu seu clã. Agora ele coloca a lealdade da família acima de tudo, incluindo se casar com a noiva abandonada de seu irmão para salvar a desconfortável aliança entre os dois clã. Enquanto a bela Rionna McDonald é uma mulher apta para qualquer homem, Caelen não confia em mulher alguma, especialmente uma tão sedutora e doce guerreira que atormenta seu corpo como um amor quente e branco.

Como um cordeiro sendo sacrificada no jogo de poder do seu pai, Rionna está pronta para cumprir com seu dever, mas irá com isso protejer a si, seu coração e orgulho da humilhação de ser oferecida a mais um homem. Apesar de tudo, o calor do contato de Caelen, afasta suas defesas e ela se derrete nos prazeres sensuais de um marido que guarda tão ferozmente seu coração quando ao seu clã. Ela correrá o risco da irá de seu pai, a fúria de seus inimigos e sua vida, para provar a Caelen que o amor  de sua esposa é precioso demais para ele arriscar a perder.

Finalmente conhecemos Caelen, que nós livros anteriores se mostrou sombrio e prático. Ele parece ser rude e também não se importar com nada, mas isso muda logo quando observamos a primeira noite de amor que ele tem com Rionna, dai enfim percebemos que ele é bastante sensível .
Já nossa heroína me dá muita pena no inicio da história, a coitada é de novo empurrada para mais um casamento por interesse. Primeiramente ela teria que casar com o irmão mais velho McCabe, mas após o casamento deste, passou para o segundo e que novamente cedeu sua vez ao último irmão, Caelen. Mas ela não poderia ter tido maior sorte, ela é a versão feminina de Caelen e os dois foram feitos um para o outro. Ao tempo que é guerreira e forte, ela também é bastante ingênua, mas nada que um marido tão sedutor não possa corrigir.

Trecho básico para dá vontade de lê esse terceiro livro da série

“Hesitante, ela apertou os lábios contra os dele. Foi apenas um toque, mas assemelhou-se a um raio. Quente. Seus dedos vibraram como se tivessem sido mergulhados em fogo. Precisou de todo o seu controle para não rolar na cama com ela e sufocá-la com beijos. Sua paciência e o fato de não querer assustá-la consumando o casamento naquela noite tinha sido uma de suas decisões mais estúpidas. Ela agiu imediatamente, os olhos arregalados, um tom rosado subindo por seu rosto suave. Então, Rionna deslizou uma mão por seu peito e ombro, olhando desconfiada para Caelen o tempo todo, como se esperasse que ele fosse mordê-la por se atrever a tocá-lo.
“Jesus, mas se estava a ponto de implorar que ela fizesse exatamente aquilo.”

Acredito que depois de três livros incríveis não estou mesmo correndo o risco de dizer qual foi o meu favorito, porque todos a sua maneira foram memoráveis. Como disse anteriormente, a Maya Banks tem um jeito sensual de escrever e que prende o leitor em todas as etapas do livro.

Fica somente um gostinho de que " Foi bom enquanto durou" mas em breve tenho certeza que ela irá nós presentear com mais uma série incrível e logo estarei de volta para contar.

Espero que tenham gostado.. e boa leitura... bjokas e até a próxima ;D

0 comentários:

Vamos comentar...

Regras Básicas

- Não ofender e nem falar palavrões;
- Sem links com conteúdo de baixo calão ou pornográfico;
- Comente algo significativo a respeito da Resenha e por último faça a divulgação de seu blog colocando o link dele.
- Não é necessário pedir que eu retribua a visita ao seu blog, eu já faço isso automaticamente com quem comenta e tem blog.

PS: Aceito críticas e sugestões, porém envie para o email sonhosliterarios@hotmail.com

BOM COMENTÁRIO!!!

Postagens Populares - SL