quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Resenha - O Inferno de Gabriel - Sylvain Reynard


Comecei a ler "O Inferno de Gabriel" em ebook depois que fiquei sabendo que ele era um tanto quanto parecido com "Cinquenta Tons de Cinza". E eu, como órfão dessa trilogia, e desesperada para aplacar minha dor diante da saudade que estava sentindo do Sr. Grey, abri espaço para o Professor Emerson, ou Gabriel entrar na minha vida.


Título : O Inferno de Gabriel
Título Original: Gabriel's Inferno #1
Autor: Sylvain Reynard 
Editora : Arqueiro * Lançamento 2013
Páginas: 513
Classificação

Enigmático e sexy, Professor Gabriel Emerson é um bem respeitado especialista em Dante durante o dia, mas à noite, ele dedica-se a uma desinibida vida de prazer. Ele usa sua notável boa aparência e sofisticado charme para satisfazer todos os seus desejos, mas é secretamente torturado por seu passado obscuro e consumido por uma profunda crença de que está além de qualquer esperança e redenção. Quando a doce e inocente Julia Mitchell se matricula como estudante de graduação em seu curso, a atração e misteriosa conexão entre eles não apenas o faz arriscar sua carreira, mas o leva a uma viagem em que seu passado e presente colidem. Uma intrigante e pecaminosa exploração de sedução, amor proibido e redenção, Gabriel´s Inferno é um conto cativante e selvagemente apaixonante sobre a fuga de um homem de seu próprio inferno pessoal enquanto tenta ganhar o impossível... perdão e amor.

Sylvain Reynard habilmente utilizou a inspiração do Inferno, o primeiro capítulo do poema épico "La Divina Commediaby Dante Alighieri", como ponto de partida para caracterização e enredo dessa história bem trabalhada de amor perdido, encontro e luta.

Gabriel assume o papel de Dante. Gabriel criou seu próprio inferno pessoal, construído a partir de suas falhas e erros do passado. Ele deve atravessar os sete círculos do Inferno sem Virgílio como um guia. Ele pune a si mesmo, mantendo-se afastado de sua família adotiva e sem amigos. Gabriel aperfeiçoou a arte de objetivar a si mesmo e aos outros, incapaz de dar ou receber o amor de ninguém. E isso é assim,  até que ele encontra sua Beatrice pessoal, Julianne.

Julianne amou Gabriel desde que ela era uma adolescente, ela se tornou a melhor amiga da irmã mais nova de Gabriel, que é adotado. Um encontro entre eles, mudou a vida dela para sempre, e acabou se tornando o exemplo da sua idéia de amor perfeito. Gabriel inspirou a sua escolha de carreira, apesar dele não se lembrar dela. Julianne tem atravessado o seu próprio inferno, e agora ela tem que guardar o seu coração partido e assistir a seu primeiro e único amor não se lembrar dela, e principalmente não gostar dela.

Reynard faz uma prosa elegante e emotiva, trazendo à mente a escrita de  E.L James no seu estilo. Os personagens têm semelhanças com o famoso livro "Cinquenta Tons de Cinza", e muitas passagens nos lembra o romance protagonizado por Sr. Grey e Anastácia.

Eu gostei do desenvolvimento dos personagem neste conto. Honestamente, eu achei o personagem de Julianne um tanto insípido e fraco no primeiro plano e não gostei até ela se tornar mais confiante em si mesma. Ela tem sua própria história triste de vida, uma infância nada fácil e um namorado que a subjugou até romper sua autoestima, mas com o decorrer da história... vamos aprendendo a conhecer mais sua característica cética a respeito de sua beleza.

A única desvantagem que eu tenho com a história é o elemento de semelhança que temos com relação a "50 Tons de Cinza".

Sylvain Reynard criou uma história de amor, sofrimento, crescimento pessoal e superação de obstáculos, que apresenta ao leitor uma prosa inteligente, e apesar de ser um ambiente completamente diferente de "50 tons de Cinza", foi um pouco impossível não vê traços na comparação da história de Christian Grey e Gabriel Emerson. 

Gabriel é um homem assombrado por seu passado. Ele foi adotado pela família Clark após ser abandonado em um hospital com a morte de sua mãe alcoólatra. (Isso lembra alguém?) Ele se tornou um Professor famoso e conhecido, e extremamente rico ( ele só não pode TUDO,  como Christian). Ele se sente atraído por sua aluna atrapalhada, que tem manina de derrubar as coisas em sua frente (alguém reconheceu Anastácia Steeler?) Apesar de todos conhecerem Julienne por Julia, o Professor Emerson insiste em chama-lá por seu nome de batismo, JULIENNE (lembre-se :Christian não gostava de chamar Anastácia de Ana, igual a  todo mundo).

Julienne é atrapalhada e tem mania de morder o lábio inferior entre os dentes. (rsrsrsrs... tão parecido que achei graça) só que ao contrário de Grey, que amava isso, Gabriel não gosta. O romance entre os dois é bem sensual, e no que 50 Tons exagerou com as cenas picantes, em "O inferno de Gabriel" a coisa é mais sensual e não sexual. 

Se vocês acharam que iriam encontrar muita f@da na sala de aula, escritório, corredor e em outros lugares da faculdade... pode tirar seu cavalinho da chuva. São poucas as cenas calientes e mesmo assim não são explícitas. Na verdade tem apenas uma única cena de amor, e não é muito lá explorada.  

Outras comparações que não posso deixar de fora é o fato de Gabriel também gostar de colocar músicas para Julia escutar em seu iPod e durante momentos românticos entre eles.... as trocas de SMS e e-mails entre eles foi outra coisa muito obvia que percebi, mas mesmo com todos esses excessos de similaridades, o autor conseguiu guiar o leitor ao mundo de Gabriel e Julienne. A possessividade de Gabriel tinha que aparecer, é claro,  e  eu particularmente adoro quando eles dizem: "Ela é minha"... sou fã dessa visão masculina dos romances rsrsrsrs... 

Foi interessante como o autor escreveu a partir de vários pontos de vista - não só de Gabriel e Julia, mas também do ponto de vista de personagens menores (Paul, Richard, Rachel e até mesmo a do sacana do Simon...e quanto a isso, só lendo para saber - SPOILER). O Inferno de Gabriel já tem previsão de lançamento para o Brasil em 2013 pela Editora Arqueiro, e também já tem um segundo volume programado com a sequência da história já intitulado Gabriel´s Rapture

Agora voltando ao tema música, a que eu achei mais marcante de todas foi a que rola na grande cena de AMOR entre Gabriel e Julienne. O cara sabe escolher o repertório para a HORA certa ;DD...  e segundo ele, essa música a seguir é perfeita para o MOVIMENTO dos amantes... rsrsrsrs...  se é que me entendem ;DDDD.... confiram abaixo... pq sinceramente... eu adorei ;DDDD




E como não poderia deixar de faltar... tem também 
MEUS PERSONAGENS de "O Inferno de Gabriel" 



Espero que tenham gostado.... e aproveitem, o livro é ótimo para quem ficou órfão de "50 Tons de Cinza", mas em uma versão bem mais leve e sensual!

bjokas a todos!


22 comentários:

  1. Olá!
    Parabéns pela resenha!
    Creio que eu já tenha visto a capa desse livro em algum lugar mas não sabia nada a respeito. Pelo que eu estou percebendo a Editora Arqueiro está repleta de novidades para o próximo ano. Já relacionada ao livro, mesmo que eu ainda não tenha lido 50 tons, confesso que achei esse livro bem semelhante a ele.

    Abraços.
    Entre Livros e Livros.
    http://musicaselivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Bom, eu li 50 Tons de Cinza e pelo que você escreveu é bem semelhante mesmo.
    Não gostei dos 5o tons, então com certeza, não vou gostar desse.

    Bjos!

    Livro Nas Mãos
    http://livronasmaos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Markos, como leitora que tbm não gostou de 50 tons, eu sugiro essa leitura, é um livro muito bom, apesar de ter sido uma funfic. É algo profundo e verdadeiro, e apesar dos muitos clichês romanticos, ele é digno de fazer uma pessoa pensar, e não apenas liberar os fluidos. Ps.: ainda não li o segundo livro.

      Excluir
  3. Ahhhhh estou louca pra ler, mais ainda vou esperar ser lançado aqui.
    Eu não me lembro se já li quando era uma fanfic, a história estar sendo vagamente familiar, tenho quase certeza que sim.
    E adorei essa capa ♥
    Beijos!
    www.souseuastral.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei da resenha, e admito que não conhecia o livro, sinceramente :/

    *Vitamina de Pimenta*

    ResponderExcluir
  5. Pela sinopse e pela resenha dá para pereceber que esse livro se parece muuito com Cinquenta tons de Cinza mesmo.
    Também gosto quando os homens tem uma certa possessividade (não exagerada, é claro) dizendo "Ela é minha.." rsrs
    Adorei a resenha!

    Beijos :*
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. O livro parece ótimo e boa escolha para os personagens.

    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. eu quero ler o_o pfv Arqueiro lança logo

    http://himi-tsu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu li em e-book o primeiro e o segundo! Não vejo a hora de lançar o terceiro nos EUA! É um livro MARAVILHOSO, não acho muito parecido com 50 Tons, acho que sim, tem uma certa peculiaridade em alguns aspectos e as vezes na caracterização do personagem, mas a história em sim tem muitos aspectos positivos. Como no segundo livro onde passei a conhecer mais sobre a história de Dante e Beatrice e até mesmo sobre história da arte, vale muito a pena! Entrei em êxtase quando descobri que seria lançado no Brasil, quero ele novamente para mim *-* Enfim, aconselho a quem tem dúvidas, LEIA!!!!! Vale cada linha, é um livro relativamente longo, mas infinitamente perfeito! Saudades do meu querido Professor Emerson...

    ResponderExcluir
  9. *-*
    Também estou com o e-book \o/
    Mas jurava que era erótico!
    Ainda assim, louquinha pra ler! E, já que é uma série, tenho uma desculpa para comprá-lo se eu chegar a gostar :D
    Ótima resenha!
    Bjss!

    ResponderExcluir
  10. Oi Roberta!
    Amei seu blog e a resenha, já conhecia o livro, mas nunca tinha a oportunidade de ler, eu jurava que Inferno de Gabriel já era existia bem antes de 50 tons. Espero que seja melhor...
    Beijos
    Amanda
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, Roberta!
    Não sou muito fã do estardalhaço dos livros eróticos que está rolando atualmente, mas esse livro mostrou uma proposta diferente. Os elementos de A Divina Comédia e os toques sensuais em vez de sexuais são coisas originais e nunca ouvi falar sobre algo assim. Deve ser um prato cheio para os fãs desse gênero!
    O importante é uma boa leitura e essa parece ser ótima. O modo como os autores exploram as cenas é, às vezes, mais importante do que o próprio acontecimento e o autor parece ser um dos que explora a narrativa.
    Não leria por ser uma literatura mais hot, mas fiquei curiosa.
    Ah, e parabéns pela resenha!
    Beijos. ;*

    http://thebookisontheshelf.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. SO PRA DEIXAR CLARO ESSA HISTORIA TB FOI BASEADA EM CREPUSCULO, ANTES ERA UMA FANFIC COMO 50 TONS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito gentil de sua parte nos esclarecer ;DDD Obrigadinha *-*

      Excluir
  13. Me parece que também era uma fanfic de Twillight.

    ResponderExcluir
  14. Sua resenha falou tanto sobre semelhança com 50 tons e você enumerou algumas que quem riu fui eu! rs

    De qualquer maneira, parece que este romance está fazendo sucesso e quero muito lê-lo (mesmo sabendo que eu vou comparar rs)

    Abraços


    Gláucia

    eassimestaescrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Menina, suas resenhas são fantásticas! Quando a li já tinha feito esta leitura do livro e compartilho com sua opinião. O problema e o fato que de a trilogia ainda nao esta toda a venda,né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau, fico feliz que goste das minhas resenhas... faço elas com muito amor e carinho xDDDD sempre pensando em passar o melhor delas e incentivar a leitura de vc6!

      Acredito que em abril ou maio o segundo volume da série já estará a venda no Brasil. Os direitos sobre o livro de Sylvain Reynard foram adquirido recente aqui para o Brasil, e vai demorar um pouquinho até eles concluírem a série ;DDD

      Muito obrigada pelo carinho... e até logo!! bjokas

      Excluir
  16. "Estou lendo o livro, é maravilhoso e estou apaixonada pelos dois, a obra lembra muito o 50 Tons de Cinza"

    ResponderExcluir
  17. Adoreeeeei o livro,vi em outro site que serão mais 3 livros depois de o julgamento de Gabriel,alguém sabe se essa notícia procede? será que irá ter filme?? beijos

    ResponderExcluir
  18. No momento estou lendo; e estou amando e eu nem sou muito fã de Romance; prefiro mais suspense, policial, investigação...algo assim, mas me apaixonei por esse! Estou adorando!

    ResponderExcluir
  19. É uma ótima trilogia. Já vi O Inferno De Gabriel, O Julgamento De Gabriel e agora vou ler A Redenção De Gabriel. E não vejo a hora de ler O Corvo. :* Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir

Regras Básicas

- Não ofender e nem falar palavrões;
- Sem links com conteúdo de baixo calão ou pornográfico;
- Comente algo significativo a respeito da Resenha e por último faça a divulgação de seu blog colocando o link dele.
- Não é necessário pedir que eu retribua a visita ao seu blog, eu já faço isso automaticamente com quem comenta e tem blog.

PS: Aceito críticas e sugestões, porém envie para o email sonhosliterarios@hotmail.com

BOM COMENTÁRIO!!!

Postagens Populares - SL